terça-feira, 30 de setembro de 2008

Preciso Escrever?????

Euuu

Suspiros.
Duas vontades...
a quatro mãos....
e pernas.
Um olhar...
um pedido.
Um não.
Um sim.
Para o corpo que estremeceu ...
o corpo que mereceu...
o corpo que perdeu...
o fôlego...
e me deu...
se dando...
tanto prazer.

hummm, cd vc vem!!!!

"Quero lhe beijar a boca/ morder seus lábios/ e brincar sua língua na minha./Quero lhe beijar a nuca/ lhe arrepiar inteiro/ encostar meu peito no seu/até os corações se compassarem/ as mãos entrelaçadas suarem./ Quero um abraço eterno/ de guardar seu cheiro na minha pele./ Quero me queimar no seu fogo/ e guardar pra sempre a cicatriz escarlate/ desse nosso encontro.”
“Gozo...Viro, reviro,...Revido...Torço...Abraço...Atiro...Me afasto...Grito...Afago...Aninho...Me deito...Te agarro...Nos mordemos...Nos amamos...Num impulso...te expulso...Me seguras,...Penetras,...Me apertas...Te enlouqueço...Gozamos...Eita, doidera boa!"

Corpo Sedutor

Beijar teu corpo sedutor,

para senti-lo junto de meus lábios...

é algo que faço com muito amor,

muito carinho e sedução.

Transmitindo todo o calor

que me brota n'alma,

Seja do jeito que for,

quero teu corpo todo beijar,

mostrando todo amor

que ainda posso lhe dar.

Nestes beijos vai a sedução,

vai o amor, vai todo meu carinho,

vai toda a ternura do coração...

Quero beijá-la bem devagarinho...

Penetrá-la com todo carinho...

Fazendo teu prazer

Chegar lentamente...

Bem suavemente...

Para quase morrer...

Melhor... para viver...

Viver sempre tendo o prazer

de meus beijos provar...

Com meus carinhos gozar...

Nossas noites de amor,

Sempre cheias de calor...

Dando-lhe aquela quente emoção,

que lhe aquece o coração...

e sempre aquele forte tesão...

Lindo Pra você

Quero teu beijo, aquele mais provocativo.

Hoje eu só quero teus lábios, junto dos meus, molhados, cheios de desejo;

Quero aquele beijo suave, calmo, que me faz perder o chão

Quero ver teus olhos, me provocando…

Quero tua respiração ofegante, aquela em que o corpo tenta se controlar, tamanho o desejo de se entregar.

Corpos que se entrelaçam, pernas que se juntam…braços que se envolvem num abraço profundo…

Mas hoje….

Não quero muita coisa,

Só quero teu beijo, aquele que eu mais desejo....

Subo as Escadas





Subo as escadas. É verdade! Sou uma pessoa intensa. A tarde corre calma. Sempre fui. Não sinto a vida de outra forma. Arrebatada, impulsiva. As escadas erguem-se luminosas. A casa em silêncio primeiro, depois a música. Nunca fui irredutível e intransigente, nunca, mas as convicções que tenho parecem-me (quase) sempre claras e certas. Parecem. Cheira a café. Gosto de ser assim, instinto e razão, paixão e raciocínio.

Um barco no horizonte e continuo a subir as escadas. Devagar. Um momento para pensar. Pensar em mim, ver-me enquanto sinto os degraus, um atrás do outro.

Uma janela aberta para o mar. Ainda as escadas. Paro, lembro-me de ti. A canção ecoa pela casa. Canto também “ Fecha os teus olhos/ De vento e de sal/ Fecha os teus olhos/ Que me fazem mal”. Uma vida intensa é o que procuro “abre-me essa porta/de entrar e sair/nada nunca importa/eu só quero ir”. Vou e fico, venho e perduro. Constante. Sempre constante. A mesma. Ainda aqui, no meio da casa sozinha. Subo as escadas e acompanho a música que enche a sala “Quero ser uma manhã/ Onde a noite me levar/Quero ser um amanhã/Hoje não me vai chegar”.

Intensa, lembras-te?

Abraçar a vida toda neste minuto, explodir em palavras. Só palavras. Uma fúria que nasce em vagas altas e fortes que depois morrem na praia com suavidade e calma. Ser assim. Ser assim e viver i n t e n s a m e n t e “É ter fome, é ter sede de Infinito! /É condensar o mundo num só grito!” Chego ao quarto, a música segue já outra, as escadas ficaram para trás ouço... “E é amar-te, assim, perdidamente/ É seres alma, e sangue, e vida em mim”.

Deliciaaaaaaaaa


"Suponho que me entender.
não é uma questão de inteligência
e sim de sentir, de entrar em contato...
Ou toca, ou não toca."

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Hummmm

Achei!! e Resolvi postar!!

VERSOS:
PQ ..VC NÃO SABE???...
RAQUEL NATIVIDADE....
POR CONSEQUENCIA DA AÇÃO E REAÇÃO...
DOS FATOS E ATOS....
MINHA TUAL PAIXÃO...
PESSOA INDESCRITIVEL....
NÃO É INSUBSTITUIVEL...
AS VEZES INDISPENSAVEL...
AMIGA INTIMA E NOTAVEL....
MAS É QUEM EU QUERO...
ME FAZ BEM...
EM MOMENTOS, MAIS DO QUE NINGUEM...
EU TE SINTO, MESMO SEM QUERER...
MAS TAMBEM TENHO MEDO DE PERDER...
AAH!!...QUE QUE EU FAÇO COM VC
From: "Daniel Afonso de Maria (OP)"
To: "Raquel Natividade Macedo (OP)"
Date: Tue, 9 Jan 2007 11:52:44 -0300

Livre


Hoje me sinto verdadeiramente livre... e Felizzz.. inspirada para escrever e viver uma nova história.. heheheheheheheh

domingo, 28 de setembro de 2008

Seduza-me!

Seduza-me!
Sem entremeios
Indecisões ou receios.
Me traga flores,
Me ofereça estrelas,
Colhidas especialmente
Pra mim...

Seduza-me!
Corra o mundo,
Invente uma canção,
Me faça versos
Que falem de paixão.
Brinque comigo,
Me faça rir,
Me toque
Sem me tocar.
Me surpreenda,
Me prenda!
Me conte de você,
Da sua vida.
Me olhe nos olhos
E me faça sentir
Um ser especial...


Seduza-me!
Me fale de amor
E de paraíso.
Venha com beijos,
Vinho tinto
E luz de velas,
Se for preciso.
Me pegue
Em seus braços
E eu te juro,
Que se você
Me chega assim,
Não vou saber te resistir...

Quero

Quero beijos e sussurros
misturados a gemidos.
quero o teu corpo melado, suado, tarado
Quero as tuas mãos passeando no meu corpo nu
Quero as minhas pernas suspensas, abertas...
esperando o teu sexo.

Preciso do teu corpo saciando o meu desejo
O desejo que está aceso, potente, latente
Quero gozos e orgasmos
teus e meus
suor, esperma, saliva
líquidos sagrados, profanos, insanos...
Um deleite de prazer
Quero você
Porque não vens com o peso do teu corpo deitar-se sobre mim?

E o que preciso

Sempre há um dia que olhamos
para dentro de nós...

Sempre há uma esperança
de que um novo amanhã
surja entre brumas...

Sempre há um desejo
de sonhar de novo...
lambuzar-se de paixão
e eternizar um beijo molhado...

Sempre há um carinho
que espera ansiosamente
por um colo querido...

Sempre há ternura
espalhada em forma de volupia...
delicadeza em gotas suaves...

Sempre... no coração de uma
mulher existe o desejo de
ser amada....

Frase

“E eu só queria que fosse bom, foi incrível”

sábado, 27 de setembro de 2008

olha o que recebi!

Depois Que ficou

Depois da explosão
Dos sentidos,
Do beijo quente,
Do gozo ardente,
Sussurros e gemidos
Ficou a emoção
Dos seres entrelaçados,
A ternura do abraço
Respeitando o cansaço
Ficou a ternura do olhar
Fazendo carícias na alma,
A mão, no suave toque,
Percorrendo com calma
Sem retoque
O corpo a descansar.
Ficou depois do ato,
A gostosa sensação
De que não foi só paixão
Foi, de fato...
Pleno, inteiro
A nossa relação
Ficou... Depois...
A certeza de nós dois

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Vem

Hummm

Quero um flerte gostoso,

Que desce como uma lágrima Interna dos meus olhos a o tufo sedoso do meu corpo...

Quero os carinhos sinceros, os beijos molhados, os olhares ternos...

E a concupiscência sem fim...

Quero ser impelida pelo desejo a ter lúdicos pensamentos...

Ceder sem receios a uma emoção...

Vamos, pegue a chave do mistério do sexo e caia sobre mim como um bicho faminto, seja bruto, e nos amaremos ali

Como se fosse o ultimo lugar do mundo...

Ah! ato que une prazer e revolta...

Dínamo, onde inflamam as forças de atração e sedução!

É assim que eu quero...

É assim que espero...

Os meus olhos a te fitar serão duas alcovas iluminadas onde se projetam sonhos e te levarão de encontro à loucura

Num ardente modo de amar...

Venha se embriagar com os delírios que emanam desse torpor pq estarei sempre com vc a alimentar esse fogo

A nutrir esse ardor onde os carinhos se encontram e não podemos evitar que as carícias ternas

Se misturem nesse louco amar...

Quero um homem

Quero um homem que me conheça, Que me penetre, não só a carne, Mas principalmente o coração, Com força, vigor e paixão. Quero que me devore e me beba, Não só o gozo do sexo, Mas o prazer de estar junto, De ser cúmplice e complexo. Que me prenda e me enrosque, Não só os braços e pernas, Mas a alma, com abraços e toques, Que ultrapassem barreiras externas. Quero que me jogue na cama E me use, não como objeto, Mas como a outra metade, Indispensável para ser completo. Que me faça arrepiar e arder, Não só de desejo e loucura, Mas da febre de possuir e poder Compartilhar sua candura. Que me tateie e percorra, Que aprenda meus caminhos, Me oferte sua intimidade, Me sufoque de carinhos. Que desvende meus segredos, Não todos, senão perde o mistério E a indefinição que dá medo, Que atrai e tira do sério. Não quero ser sua vadia, sua meretriz, Mesmo de forma carinhosa, de paixão. Porque ele não admite que sua voz Profane a pureza de minha devassidão. Não quero ser seu espelho e nem seu reflexo, Porque ele não precisa ser orientado, nem de adulação. Está comigo por afinidade e pele, Por saudade e por satisfação. Quer compartilhar meus momentos Ao meu lado, sem mudar meu rumo jamais. Quer ser amigo, meu porto seguro, Mesmo que nunca venha a ser o cais. Quero um homem que se mostre mortal E felino, livre e escravo de meus olhos, Atento e sincero, idoso e menino, Rude e gentil ao dilatar os poros. Quero um amante que me seduza, Fúria e abrigo, calor e aconchego, Dentes e lábios, pêlos e dedos, A rolar na grama, a morder os seios. Quero olhos e pálpebras piscando, Gozo suado e mãos dadas, Sexo e nexo, amada amando, Liberdade e vidas atadas.

Urgência dos Sentidos

Quero deixar-me ir, quero entregar-me aos instintos, satisfazer a fome de sexo. Quero satisfazer a gula pelos seus lábios, pelo sabor da sua língua, pelo sal da sua pele.

Quero satisfazer o meu olfacto e cheirá-lo antes do sexo e cheirá-lo durante o sexo e cheirá-lo depois do sexo e já suado.

Quero satisfazer o meu tato, a minha pele e sentir o toque forte das suas mãos, a força dos seus bíceps, tríceps, quadriceps, abdominais, glúteos, sentir o calor da sua pele, sentir a aspereza da sua barba por fazer, a suavidade acetinada do seu alter-ego, de sentir a doce dor da penetração, que depressa se transforma em puro prazer.

Quero satisfazer a minha audição, ouvir a sua voz grave segredando promessas, vomitando elogios ocos, quero ouvir os seus gemidos, o seu arfar, quero ouvir os seus pensamentos, quero ouvir o bater do seu coração.

Quero sobretudo, satisfazer a minha urgência uterina, quero agradar aos meus sentidos.

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Eu quero....(um hm)

Amor você chega por trás me agarrando,
Eu já me assanhou com vontade,
De me entregar toda em seus braços...
Meu corpo estremece e se arrepia,
Minhas mãos ficam suadas sinto um,
Um desejo louco de possuir você ali...
Sua mãos desliza toda em meu corpo,
Meu sangue ferve,vou arrancando toda,
Á minha roupa e levando você ao chão.
Quero um Amor Selvagem...
Estamos Nús e tremendo de desejos,
Seu corpo se desliza ao meu...
Amor meus seios querem sua boca quente.
Estou toda molhadinha e deslizando,
Vamos juntar nossos corpos em um só.
Me penetre suavemente e sinta o calor,
Do meu vulcão que estás em chamas...
Nossas almas se fundem em delírios.
Nossas carnes se unem e se mexem,
Insandecidamente em ritmo alucinante...
Com golpes e toques de loucuras.
Estamos perdendo o sentido de tudo.
Estamos nús,suados e com cheiro do amor.

...

Sinto as mãos no corpo.
As mesmas mãos q tocam meu corpo tocam-me a alma.
A respiração lenta e cálida q afaga meu pescoço.
A boca q sussurra palavras insanas e quase inaudíveis...
O cheiro de pele com desejo q invade o quarto...
Os corpos trêmulos por simples toques...
O desejo...
Meu desejo...
Seu desejo...
Olhos q vêem a alma.
Corpos nus tornando-se um só.
O gozo q chega rápido e devastador.
A mente q pára de pensar...
Os gemidos q invadem o ambiente e tornam-se melodias de prazer...
Você...(que ainda aparecerá em minha vida)
Eu...
Mais ninguém em qualquer parte do mundo.(cd vc?)

hummmmmmmmmm

Beijos...
Sussurros...
Poemas ao pé do ouvido...
Corpos q tremem com palavras...
Q anseiam o toque...
Q invadem a mente sã e plantam a semente do desejo...
Uma voz...
Um toque...
Um gemido...
Corpos q entrelaçam-se pelas noites e não medem distância.
O dia desenrola-se e os pensamentos voam para os braços...
Aqueles braços...
Seus braços...
Suas palavras q ressoam ao meu ouvido...
Q tiram-me da realidade e fazem com q eu voe até vc...
O prazer da voz...
O prazer dos toques imaginários e tão reais...
A loucura de um desejo q cresce a cada dia...
A intimidade q aumenta a cada troca de palavras...
Quisera eu poder aninhar-me ...
Sentir seu carinho, ouvir seus sussurros, seu cafuné...
Falar bobagens e sorrir...
Fazer do teu dia O Dia e da Noite, A Noite...
Olhar vc dormir tranquilo, afagando seus cabelos...
Gosto de ouvir tua voz...
De tranquilizar-me e esquecer do tempo qdo estou contigo...
De sentir-me especial qdo estou contigo...
De derreter-me qdo estou contigo...
E...
Após um turbilhão...
Após o tesão...
Dormir e saber q estou contigo...
Da mesma forma q está comigo.

Adorei

COMPREENDI QUE VIVER É SER LIVRE...
QUE TER AMIGOS É NECESSÁRIO...
QUE LUTAR É MANTER-ME VIVA...
APRENDI QUE O TEMPO CURA...
QUE A MÁGOA PASSA...
QUE A DECEPÇÃO NÃO MATA.. .
QUE HOJE É O REFLEXO DE ONTEM...
QUE OS VERDADEIROS AMIGOS PERMANECEM...
QUE OS FALSOS, GRAÇAS A DEUS VAO SE EMBORA...
QUE A DOR FORTALECE.. .
APRENDI QUE SONHAR NÃO É FANTASIAR...
QUE A BELEZA NÃO ESTÁ NO QUE VEMOS...
E SIM NO QUE SENTIMOS...
QUE O SEGREDO DA VIDA É VIVER

Quem eu sou?

Uma mulher incomum.
A luz e o breu...
Exótica e comum.
Sim,isso é possível!
Sou oscilante.
As vezes erro,em outras sou incrível!
Eterna inconstante...
Amo infinitamente!
Apaixono-me...Enlouqueço.
De corpo,alma e mente!
Que até de mim eu esqueço.
Meus olhos são um poço infinito...
De amor,encantamento,bondade...
Olhe-os por um minuto!
E verás toda verdade.
Eu não sou perfeita...
Nem dona da verdade!
Mas sou dona de mim.
Dona das minhas vontades.
Só espalho minha essência no ar...
Meu amor...Meus desejos.
Escrevo o que minha alma grita...
Goste quem gostar.
Eu sou alguém que você pode contar
Sempre.
Alguém que vai te fazer rir...
E também chorar.
Porque sou transparente.
Sou verdadeira.
Amiga...Amante...
Guerreira.
Te darei a mão...Colo...Abraço
Te darei meu coração.
Eu não sei amar pouco
Ser pouco...
Dar pouco...
Ser mulher pouco.
AMIGA POUCO!
Sou uma mulher que se conhece e se permite!
Alguém que ousa e arrisca.
Uma mulher que ri...chora...ama!

Doa-se

Doa-se um coração.
Nele, você sente a vida pulsar,
O espaço é amplo,
Macio e quentinho.
Possui vários compartimentos
E abriga todos os sentimentos...
É um coração livre,
desprovido de trancas,
Com as portas sempre abertas
Para não sufocar...

Para ocupar esse espaço
E mantê-lo pulsando,
É preciso
Deixá-lo livre,
Saber Amar,
Compreender,
Desejar,
Observar,
Tocar
E compartilhar
As coisas simples da vida...
Essa doação é feita por tempo ilimitado.
Mas só será seu
Se souber mantê-lo, conservá-lo e amá-lo...

A vc que eu ainda não conheço,mas prometo

Um desatino de amor...
insaciável...
apaixonante...
contagiante...
Quantos sussurros
na madrugada...
Nossos corpos
colados,
entrelaçados...
Calados ficamos,
os toques falam...
Tua boca na minha
cheia de desejos...
Quantos ais de prazer,
que perdemos o tino...
E caímos de prazer,
saciados nesta
aventura..."

Estou a espera..Vem

Estou a espera de encontrar-te e
entregar-te todo meu desejo e
levar-te ao delicioso mundo de prazer.
Quando os meus lábios tocarem tua pele,
e minhas mãos percorrerem teu corpo,
mergulharei no mais profundo
desejo de tua alma.
Conhecerás de perto a
verdadeira razão do prazer,
sentirás ,as riquezas de meus desejos
experimentando em teu ser o universo
infinito de minhas fantasias...
Depois me abandonarei no repouso de teus braços.

Cadê você? Aparece.....To aqui...

que eu sou Voraz
Ah, quando na noite eu lhe encontrar
E os desejos mais secretos logo irão se revelar...
e pra início de conversa quero de ti um beijo ousado!
Te sentir
tal qual uma onça voraz, na parede acuar ...
em teus cabelos quero me emaranhar...
o território do teu corpo desvendar eu vou .
e demarcar com meus beijos cada curva que encontrar.
Degustar a tua pele e teu cheiro ...
os teus gemidos felinos eu não pretendo abafar...
quero rasgar a tua roupa e encostar em teu corpo ...
sentir você gemer , tremer e arrepiar...
quero mesmo é te ver aflita e pedindo pra eu não parar.
Pedindo pra em meu corpo cavalgar...
subir e descer vales e montanhas sem pressa de voltar.
Ah, doce mulher-felina ...vem fantasiar...
deixa eu descobrir onde se esconde esse desejo que me faz delirar...
Ah, e quando eu a encontrar....você pode se preparar...
de mim não escaparas...
Pois vamos realizar nossos desejos mais secretos .
AMAR...AMAR...AMAR...

Amor em construção

Não estou à busca de um amor
que exista fora de mim,
que se dirija a quem quer que seja.
Não busco um amor que me possua,
que me enlouqueça,
um amor que deseja.
Busco algo bem mais simples,
mais tranqüilo, mais terreno,
busco apenas um amor que seja.
Algo que tenha muito de sereno,
de gota de orvalho na manhã que se enseja.
Busco, antes de tudo,
um amor pelo que eu sou,e,
que me amando, permita que eu me seja,
que me saiba e me aceite,
e que isso não lhe tire a paz, nem incomode.
O amor que eu busco
não está em ninguém,
também não está em lugar nenhum.
Vou construindo este amor dentro de mim,
me amando assim, confusa,
com janelas às vezes escancaradas,
luminosidade profusa...
outras vezes cheia de cantos escuros,
onde nem eu mesma sei o que há.
O amor que eu busco e estou a construir
é um amor que ninguém pode me dar.
É uma construção solitária de mim mesma,
um derrubar velhos muros, erguer novos aposentos,
abrir janelas em paredes,
portas para novos momentos,
abrir espaços exclusivos para paz e serenidade,
e por que não?
Um pouco de egoísmo,
que é como chamam aos que a si se amam,
um não viver ora no vale,
ora no abismo...
Não me interessam grandes emoções e sobressaltos,
nada quero com o amor que nos toma de assalto,
que nos põe esfacelados, catacando cacos da gente.
Nada quero com algo que me possua,
tudo que quero é um amor que me permita
ser minha própria dona, senhora.
Não quero amor de sonho, de poesia, pra voar.
Quero um amor terreno, chão, onde eu possa pisar
caminhar a passos seguros, tranqüilos.
Quero paz, quero viver com os pés na terra
sem sonhar com aquilo que nem sei se existe.
Este amor existe e eu sei onde ele está.
Dentro de mim, diante de mim, da vontade de ser
aquela que sou, sem explicar.

terça-feira, 23 de setembro de 2008

Marco-Zero

E mesmo que digam que o momento certo não existe, o defenderei até o fim. A união de dois instantes: o desejo e a oportunidade. O momento certo está no seu caminho!


Marco-zero! Começar de novo! Fazer diferente! Bem-feito! Verdadeiramente! De corpo inteiro!

Pense nisso...Pense bem...é só caminhar. recomeçar. Livre!

“Se algum dia eu encontrar um novo amor, hei de ter amor pra dar. Amor e paz. Por isso eu vou guardar meu peito, até quando por direito este amor chegar.” Paulinho da Viola

Eu

Esquecer...

Hoje só quero esquecer.. esquecer.. esquecer....

Vou ser Feliz .... e já volto

Felicidade…

Esse talvez seja o sentimento mais difícil de se decifrar. Todo mundo busca, a todo momento, mas ninguém consegue explicar ao certo o que realmente o faz ou faria feliz. O conceito de felicidade é único pra cada pessoa, a sua felicidade não é igual a do outro. Cada um tem que buscar a sua própria. E ela é possível, e não está longe, está bem dentro de nós. O que acontece com a maioria das pessoas é que elas acreditam que a felicidade tem que ter uma representação hollywodiana, virar roteiro de filme. E isso faz com que elas passem a vida buscando grandes coisas que os deixam felizes. Mas a felicidade está nas coisas mais simples, costumamos muitas vezes ler isso nos textos de reflexão, e é a mais pura verdade. A nossa vida não é sempre um comercial de margarina. Temos nossos momentos de raiva, de dor, de tristeza, de medo. Precisamos ser sempre felizes, mas não precisamos estar sempre felizes. Sim, uma coisa é estar feliz, outra, sê-lo. Fica-se feliz com uma promoção no trabalho, com uma surpresa inesperada, com um beijo de quem se gosta, uma mensagem carinhosa. Mas para ser feliz precisa de coragem. Deixar o medo para trás e começar a transformar-se, começar a aceitar que ela está dentro da gente e em mais nenhum lugar. É conseguir conjugar o verbo ser muito mais vezes do que o ter. As conquistas que nos fazem felizes são aquelas que nos permitem crescer enquanto seres humanos. A felicidade faz parte de nossa essência, podemos transmití-la a todos que nos cercam e assim desfrutar com maior alegria nossa existência. A Felicidade é longa para quem consegue entender as pequenas felicidades.


Vou ser feliz e já volto!


Ser Felizzzzzz!! Eu vou SER

“Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.

Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e tornar-se um autor da própria história.

É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito na alma.

Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo.

É ter coragem para ouvir um "não".

É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo..."

Fernando Pessoa

Ser feliz é lutar, é desejar, é sonhar!

Ser feliz é conseguir ver a luz no meio da escuridão, é dar mão sem ter razão.

Ser feliz é estar aqui.

É estar despedaçada e encontar motivos para sorrir.

Ser feliz é mostrar as cicatrizes e nunca desistir.

Nunca Desistir!

Somente Chorar

Quero somente um cantinho para chorar,
Quero simplesmente chorar sem incomodar,
Quero um espaço só meu para ficar,
Quero paz em mim sem danos causar.

Quero somente um cantinho para chorar,
Livremente chorar tudo, onde o posso encontrar,
Quem me deixa chorar, sentir, gritar, ficar só,
Não posso, em todo o lugar incomodo.

Vou então chorar baixinho,
Ninguém compreenderia o desalinho,
Esconder que de meus olhos brotam lágrimas,
Esconder de todos que sou frágil.

A vida por nós é traçada,
Mesmo que seja fracassada,
Um dia todas as mágoas serão passado,
E de nós nem sobrará nada para ser recordado,
A vida é somente uma passagem, quem será lembrado.

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Decepção

Conf dicionário:
acto ou efeito de enganar;
surpresa desagradável;
logro;
desilusão.



Meu coração tá assim... DECEPCIONADO....Mas ele supera....


Acho que não tem uma fórmula pra esquecer alguém. Quando se ama, não existe forma fácil de esquecimento, será sempre doloroso,. Creio que o tempo é a resposta de tudo.

"Correndo o risco do fracasso, das decepções, das desilusões, mas nunca deixando de buscar o amor. Quem não desistir da busca, vencerá."
Paulo Coelho

domingo, 21 de setembro de 2008

Louco desejo

Quero que me sintas com seu mais ousado toque
Quero que me olhes com o mais lascivo dos desejos
Quero teu beijo mais molhado , sugado
Quero sentir teu orgasmo...
desabrochar em puro grito
num instante infinito ...
Quero morrer de prazer.

Vem meu amor que assim quero...
Nossos corpos entrelaçados
num só corpo... um só espírito
Quero nosso amor vivido ,
integração entre corpos e almas
Inseridos tântricamente em energias sem fim.

Além da vida quero ,contigo viajar pela
região do infinito prazer
Viver contigo o mais louco dos desejos ...
Entre suspiros de prazer ...

Fazermos a extensão do Universo...

Em beijos de intermináveis desejos....
Chegar a paz desejada
de corpos saciados vestidos de suor.
Extasiados ...
sem palavras ....cansados , molhados, felizes ....
Abraçados e inebriados em tesão, loucuras e amor...


Pra você


Desejo de Domingo!!!!

Me ame

fortuitamente, desesperadamente, loucamente...

De uma maneira nunca vista e nem pressentida por todas as profecias...

De modo avassalador, sem pudor, com furor...

De quatro, eu aberta,

No colo

Por trás

Como for , só quero ser devorada por teu calor...

Me puxe pelos cabelos com desejo

Diga que sou sua

Que vou te obedecer, te ceder à tudo...

Me arranhe com vontade,

Me morda com gula infinita,

Faça de mim o que quiser,

tua amante, menina, mulher...

Me dê prazer em gemer e de ter você...

Me deixe louca

Me faça gozar, chorar e soluçar de prazer...

Faça o que deve ser feito

Quero gemer

Gritar

Me faça ser Insaciável e incontrolável

Indefinível e insubstituível...

Me deixe ser o que mais sei ser e sou...

Tua fêmea no cio ardendo em desejos e amor!

...

Que homem é esse que amo ser tomada por inteira?
Amo o jeito que enlaça minha cintura em seu corpo quente.
Amo seu cheiro que invade minhas narinas.
Amo o pedido de seus olhos.
Amo os beijos que me rouba .
Amo toda promessa de um coração acelerado e uma respiração rápida e ofegante.
Amo suas mãos quentes e desordenadas tocando meu sexo.
Amo seu desejo da promessa de um macho feroz.
Amo sentir sua língua úmida saboreando meu corpo.
Amo seu corpo suado colado ao meu.
Amo ouvir em meus ouvidos o sussurar de confidências eróticas.
Amo suas mordiscadas nas partes mais delicadas de meu corpo.
Amo sentir seu sexo latejar em mim.
Amo deixar meu corpo sedutoramente dançar em seu corpo em movimentos a espera do prazer.
Amo o incerto na certeza da novidade.
Amo saber que hoje ele me possui mais do que antes.
Amo ver em nosso clímax suas pupilas dilatarem no anseio do prazer.
Amo o sabor de sua boca misturando nossas salivas.
Amo... não importando o lugar...
Quero explorar!
Quero lhe pertencer!

Me consome

essa brasa
essa chama
esse lume

esse fogo
esse forno
essa caldeira

ah, esse amor
que arde
incendeia

esse corpo
essa fornalha
essa fogueira

essa alma
essa queimada
que se alastra

em labareda
me envolvo
a noite inteira

ah, essa paixão
me acende
me inflama

me consome e me transforma
em tocha huma.

Adoro essa palavra: VEM

Vem... Que te espero... nua...
Ardendo por ti em desejos...
Sem pudor, sem temor e tendo muito amor...

Vem...que te quero, nu...
Senti-lo, tocá-lo, desejá-lo...possuí-lo...
Fecha-me os olhos com teus beijos,

Encha-me de prazer e insanos desejos
Faça-me tua diretriz de encontro...
Acha-te em meu corpo em devaneios.Faça-me sonhar com teus desejos...
Faça-me mulher com teu ardor...Sentir teu gosto,cheiro e amor

Vem...
Que quero agora
acariciar teu corpo levemente,
beijar-te os lábios, sofregamente...
Sugar tua seiva com minha boca quente...

Deixar-me penetrar por teu furor...
Vem...
Que sou mulher,
te quero homem,
vem...
Deixa-me viver este louco e intenso amor

Prazer

Sonho com suas mãos envolvendo todo o meu corpo...
Meus olhos enxergando sua alma...
Meu prazer cometendo as loucuras mais absurdas
em nome do que conhecemos...
Quero você como o amante de todas as horas...
O meu homem que me envolve com carinhos
audaciosos e que me bolina
na luz do sol quem que ninguém perceba...
Quero poder desfrutar da
sua mão navegando em meu corpo
repleto de delicias
e sentir o seu gozo em mim...
Quero navegar nas delicias do paraíso
que é tê-lo em meus braços
e sugar o néctar dos seus lábios...
Quero entregar todos os meus
esconderijos pra você
e na volúpia da noite
fazer o tesão a nossa bandeira...
Quero poder abraçar você ao sabor
do vento e ter asas para poder envolve-lo
nos meus desejos...
Amo seu cheiro,
seu corpo,
seu sexo,
sua boca e
suas mãos deliciosas...
Amo...
Amo...
Amo...
Amo fazer amor com você...

Um belo Naufragio

Você...ah, você minha perdição...

Você chega sorrateiramente, devagarinho, de mansinho...

Me assanha, me põe do fogo às chamas...

Me degusta maliciosamente, mordendo os bicos de meus seios, com delicadeza...

Arranha minhas costas proporcionando tua marca suscinta e maliciosa,

Fazendo-me sentir prazer, arder, gemer, me contorcer...

beija e lambe minhas coxas muito loucas...

Tremor é a sensação mais precisa que sinto...

Ardor e calor é o nome do meu corpo em torpor...

Ouço teu som de desejos, o gosto de teus beijos e nessa já ensaio meus gritos de prazer...

Tua boca libera palavras indecentes, malidicentes e que me levam a loucos devaneios...

Com tua língua sacana e felina me carregas ao paraíso, passeando com ela numa floresta de pelos...

Arrepios, tesão, desejos....intensos...

Explorando novas terras já conhecidas...bem devagar...sem pressa...lentamente em minha geografia ...

Deixas-me louca, demente e te saboreais com tua língua úmida e quente...

Vai, sobe, desce, desliza e te encontras à uma, à tua mais desejada fenda...que já arde desesperadamente...

Essa tua língua louca, endiabrada de desejos, entra com maestria e desenvoltura elegantemente...

Teus dedos impacientes, entram nesse túnel sagrado e escuro esperando tua luz ardente...

Sinto você...tua boca louca a beijar-me...beijar meus lábios vaginais...angelicais que te levarão aos céus...

Sinto-me a deriva nesse barco encantado, que me leva ao longo naufrágio de sensações espetaculares...

Zonza estou, sem conseguir mais me segurar...

Me entrego à essa danação de língua, dedos que volta a me explorar devotamente...

Agora por toda envolvida, úmida e exaurida, sinto teu mastro firme e quente a me tocar...

Estremeço, bamboleio, em silêncio te aceito como belo presente que entra...

Me possuindo, em corpo, mente e espírito...

Os gemidos antes só meu, agora também são seus....em sonora música a dois...

Sentindo em ti espasmos do prazer, suores, odores em delírios divinos e angelicais...

No roçar, no balançar, no cavalgar de nossos corpos, traz uma forte e súbita tempestade...

A inundação de muito tesão, loucuras, desejos e muita sofreguidão....

Corpos uníssono, absolutos, sobreviventes de um naufrágio e exaustos num mar tempestuoso

e bravo pela euforia...

Ora que extremamente molhados e encharcados,

Entegamo-nos já sem forças,

Ao nosso gozo delicioso de amor...

Intensa

Se tivesse de me definir em uma única palavra e se essa me fosse possível me descrever seria esta palavra a marca de minha vida, onde meu cheiro nela estaria expressado, uma vida vivida – de corpo e alma – intensamente, entre sonhos, choros e risadas.

Marcas minhas cravadas entre devaneios levados pelo tempo, Intensa, é assim que sou, é assim que me traduzo.

Intenso é o meu desejo, o meu beijo, o meu abraço apertado, o meu olhar.
Intensa é a minha forma de amar, de me entregar, de deixar-me ser envolvida e me envolver.
Intenso é o meu modo de me apaixonar, com loucura, na total entrega de corpo e alma, e de me entregar por inteira sem me importar de machucar-me diante à armadilhas feitas.

De me entregar a um grande sentimento, a um envolvimento cósmico, orgânico, tântrico,
quer seja ele qual for como resultado final,
De me entregar aos meus desejos, anseios e devaneios
e de me entregar a dor e ao sofrimento por um amor que terminou doente.

Me entrego sem medo, vou firme e forte, resoluta e determinada.
Posso sofrer e sofro quando preciso, lamento.
Recolho os meus sentimentos e junto-os, e os meus sonhos jogados ao chão envolvo-os no carinho.
E me entrego de novo se for preciso, se for por amor, sem arrependimentos, apenas desejando amar intensamente e de forma única e verdadeira.

Me entrego a dor, a solidão, a angústia.
Me afundo num abismo, entro em luto, fico em off com meu interior e não espero por compaixão e nem ilusão.

Não busco consolo, me enganando, ou fugindo do que é o real
Sofro, exageradamente, escancaradamente até não suportar mais.

Uma enorme cachoeira de emoções me inunda, e me faz cair ao curso de um rio, tranquilo e de água límpidas e cristalinas...
Sentimentos bons, maus sentimentos, esperanças e decepções,
Me entrego a todos, sem ressentimentos, sem raiva, sem ódio, apenas a tristeza.
Amo intensamente, sofro intensamente,
Sorrio e choro, intensamente,
buscando a certeza de estar vivendo e não estar letárgica com a vida.

Cada dia, todos os dias muito intensamente.

A vida me chama à esse movimento,

De amor, de entrega, de vida!

sábado, 20 de setembro de 2008

Hummm

Gostosa sensação é tocar-te, beijar o teu corpo quente, nos unirmos e sentirmos nossos corações acelerados.
Quando encontro os teus olhos, todo meu corpo vibra e eu me sinto desfalecer, ir sumindo, toco teu corpo, sinto que ele responde,que ele me quer !
Beijo tua boca, ouvido, ficamos tesos e presos num abraço único.
Tocar cada parte tua, escorregar minhas mãos, deixar que ela fique é demais.
Tu correspondes, rimos e nos entregamos um ao outro molhados de desejo,salgados de tanto desejo.
Começamos a cavalgar, a dar intensidade, nos misturar, a gemer por estarmos alcançando o céu.
AH ! o céu é em ti, em mim.
Tantos afagos,carícias, abraços...delírio, loucura
Quanto amor.... AMO-TE

Sozinhos no Escuro

Quero-te encostar à parede...

Arrancar-te a camisa...

Prender-te os braços e beijar-te o peito...

Morder-te o lábio e roubar-te um beijo...

Roçar o meu corpo no teu...

E de repente virar-me...

Encostar o meu rabo ao teu sexo e esfregá-lo em ti...

Sentir as tuas mãos na minha anca e o teu desejo a aumentar...

A tua mão a vaguear pelas minhas costas até o cabelo me agarrar...

As minhas costas a arquear e o meu rabo a empinar...

Afasto-me...

E tu puxas-me...

Viras-me e agarras-me em teus braços...

Pegas-me ao colo e encostas-me contra a parede...

A tua boca vai sedenta ao encontro dos meus seios...

E os meus dedos cravam-se no teu pescoço...

Sinto o teu desejo bem vivo...

"Quero-te..." - é só o que consigo dizer entre suspiros e gemidos.

E ali, contra a parede, possuis-me...

Entras em mim com uma ferocidade deliciosa...

Sinto a tua respiração no meu pescoço e, por vezes, arrepiantes dentadas...

Entrego-me a ti...

Arqueando-me...

Gemendo...

Suspirando...

E vimo-nos alí...

... sozinhos no escuro...

Eu tbém

Eu sempre tomo café
Eu sempre como MUITO chocolate
Eu sempre bebo muita água
Eu sempre serei solteira...e vá se foder quem pergunta: e aí, ja casou?
Eu sempre me machuco esbarrando em tudo, sempre
Eu sempre tenho um roxo no corpo pra mostrar q me machuquei
Eu sempre estou sorrindo (+ ou -), a vida fica mais fácil de encarar
Eu sempre, sempre penso em sexo,e faço, sempre que dá, ou dou...rsrsrs
Eu sempre quis ser filmada fazendo sexo, mas e se vai parar na web?
Eu sempre vou pra praia e sempre vou gostar de ir
Eu sempre vou preferir música a TV
Eu sempre amei uma pessoa, mas ele sempre achou que não podemos ficar juntos
Eu sempre estou apaixonada, mesmo que nunca tenha namorado
Eu sempre quis receber um café da manhã, da tarde, da noite na cama, flores não, eu nunca morri
Eu sempre vou querer pular de paráquedas, até conseguir pular, daí, sempre vou querer pular de novo
Eu sempre fico manhosa quando estou com alguém. Sou carente e daí?
Eu sempre estou com minhas amigas, adoro!!
Eu sempre tentarei ser feliz, SEMPRE!

Gosto

Eu gosto do seu corpo.
Eu gosto do que ele faz.
Eu gosto de como ele faz.
Eu gosto de sentir as formas do seu corpo,
dos seus ossos,
e de sentir o tremor firme e doce de quando eu lhe beijo.
E volto a beijar.

Pra vc Lindo!!!!!

Samsung SGH - r$ 240,00 (da mãe)
Vivo Chip - R$ 15,00
Mensagem SMS - r$ 0,07 em média por operadora

Receber uma mensagem perguntando se vc está bem, enviada por alguém a km de distância no fim de um dia difícil - NÃO TEM PREÇO!!

Adorei receber notícias suas e amei a delicadeza !
Bom saber que conquistamos a amizade de alguém!

Não entendi ainda pq Gosto!!!!

Gosto de sorrir... de sonhar... de acreditar... de escrever... de sentir... de te ouvir... de pousar a cabeça no teu ombro... de sentir o sabor do teu beijo... dos arrepios que provocas em mim... do teu sorriso... da maneira como falas... da forma como me tratas... da velocidade a que o meu coração bate quando estou contigo...

gosto...
... deste nosso entendimento,
... deste nosso relacionamento,
... desta nossa cumplicidade.

gosto... de ti!!!

Momentos

...


Abraça-me e não digas nada...

Abraça-me e não digas nada...

Abraça-me. Quero o teu toque. As tuas mãos a tocarem-me...

Abraça-me. Mas não digas nada...

Abraça-me. Quero sentir o teu corpo agarrado ao meu.

Abraça-me. Quero sentir-te junto a mim...

Fica assim. Agarradinho a mim. Não digas mais nada. Não faças mais nada. Está bom assim!

Abraça-me. Desse jeito que bem sabes...

Saudades

Em alguma outra vida, devemos ter feito algo de muito grave, para sentirmos tanta saudade...
Trancar o dedo numa porta dói.
Bater com o queixo no chão dói.
Torcer o tornozelo dói.
Um tapa, um soco, um pontapé , doem.
Dói bater a cabeça na quina da mesa.
Dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim.
Mas o que mais dói é a saudade.
Saudade de um irmão que mora longe.
Saudade de uma cachoeira da infância.
Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais.
Saudade do pai que morreu, do amigo imaginário que nunca existiu.
Saudade de uma cidade.
Saudade da gente mesmo, que o tempo não perdoa.
Doem estas saudades todas.
Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama.
Saudade da pele, do cheiro, dos beijos. Saudade da presença, e até da ausência consentida. Você podia ficar no quarto e ela na sala, sem se verem, mas sabiam-se lá. Você podia ir para o dentista e ela pra faculdade, mas sabiam-se onde. Você podia ficar o dia sem vê-la, ela sem vê-lo, mas sabiam-se amanhã. Contudo, quando o amor de um acaba, ou torna-se menor, ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter. Saudade é basicamente não saber. Não saber mais se ela continua fungando num ambiente frio. Não saber se ele continua sem fazer a barba por causa daquela alergia. Não saber se ela ainda usa aquela saia. Não saber se ele foi à consulta com o dermatologista como prometeu. Não saber se ela tem comido bem por causa daquela mania de estar sempre culpada, se ele tem assistido às aulas de inglês, se aprendeu a entrar na internet, a encontrar a página do Diário Oficial, se ela aprendeu a estacionar entre dois carros, se ele continua preferindo Malzebier, se ela continua detestando McDonalds, se ele continua amando, se ela continua a chorar até nas comédias. Saudade é não saber mesmo! Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche. É não saber se ela está feliz, e ao mesmo tempo perguntar a todos os amigos por isso... É querer saber se ele está mais magro, se ela está mais bela. Saudade é nunca mais saber de quem se ama, e ainda assim doer.
Saudade é isso que eu estive sentido enquanto escrevia e o que você provavelmente estará sentindo depois que acabar de ler.
A saudade nos traz algo de bom: é com ela que paramos e pensamos o quanto a pessoa que estamos com saudades é importante e ocupa um lugar no nosso coração... Então, sempre que a saudade chegar, parem, pensem e ligem, pelo menos para dizer um oi pra quem você está com saudades.