sábado, 28 de fevereiro de 2009

Ser tua ...

Vem...

tome-me em teus braços

quero ser tua

deixe tua língua percorrer minhas curvas,

lamber minhas entranhas

sinta meu cheiro de fêmea

meu desejo babado

faça-me delirar

Quero teu toque mais safado

teu encaixe perfeito

sentir-me domada, entregue...

pincele minha gruta

com teu falo

escute meus gemidos roucos

meus ais e minhas manhas

por fim, eu entregue aos teus carinhos

e tu, meu homem

penetre-me numa única estocada

invada deliciosamente

meu corpo e minha alma!

Aposses-te do que sempre foi teu

vem !!!

Quero ser tua assim

num delírio de prazer...

Mistura...

Imagem OrkutDesejo um lindo dia de Prazer...


Mistura...

Quero um flerte gostoso,

Que desce como uma lágrima Interna dos meus olhos até o tufo sedoso do meu corpo...

Quero os carinhos sinceros, os beijos molhados, os olhares ternos...

E a concupiscência sem fim...

Quero ser impelida pelo desejo a ter mefistotélicos pensamentos...

Ceder sem receios a uma diabólica emoção...

Vamos, pegue a chave do mistério do sexo e caia sobre mim como um bicho faminto, seja bruto, e nos amaremos ali

Como se fosse o ultimo ugar do mundo...

Ah! Vilipendioso ato que une prazer e revolta...

Dínamo, onde inflamam as forças de atração e sedução!

É assim que eu quero...

É assim que espero...

Os meus olhos a te fitar serão duas alcovas iluminadas onde se projetam sonhos e te levarão de encontro à loucura

Num ardente modo de amar...

Venha se embriagar com os delírios que emanam desse torpor pq estarei sempre com vc a alimentar esse fogo

A nutrir esse ardor onde os carinhos se encontram e não podemos evitar que as carícias ternas

Se misturem nesse louco amar...

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Desabafo

Já descobri o que anda me angustiando, e o pior não posso nem falar para ninguém, então vou escrever aqui nesse cantinho. Sabe na proxima semana é aniversário de um SER que Amei por demais e que nada fui pra ele, nem amiga sirvo para ser, mas isso está passando mas chega certas datas que eu sinto falta da pessoa (não do homem, pois isso ele não soube ser, (eu entendo o silêncio, porém não entendo a falta de respeito e consideração;) a pessoa que estou hoje é um anjo), Seu presente de Natal e Aniversário estão aqui, uma por que comprei os dois no mesmo mês, mas ainda não tive coragem de jogar ou mesmo dar pra alguém, eu não sou perfeita, mas sou uma bela mulher por dentro e fora, inteligente, fogosa, com cara de brava, porém divertida, mas que dá muito valor a Vida e a Amizade, a Vida tento vive-la intensamente e sempre fazendo valer a pena, mesmo com os momentos ruins e as amizades essa tem um valor espcial pra mim, ter um amigo é uma coisa tão maravilhosa, pois você tem alguém que te ama e aceita da maneira que você é,com defeitos, qualidades, mais acima de tudo que te respeita como pessoa. Mas uma coisa é certa já não te reconheço mais como pessoa e isso é tão triste, pra mim e pra ti também, hoje te desejo tudo de bom e é de coração, pois você sabe que eu nunca te desejaria o mal.. beijos no coração...

O texto abaixo você sabe que é seu, eu so não sei se foi realmente pra mim (quando recebi acreditei que era, porém ele mandou pra outra pessoa e se foi pra mim espero brilhar realmente em seu coração já que em sua vida eu não mereço)

Foi assim que me descreveu:

O brilho de uma estrela que marcou a nossa vida, jamais é esquecida...

Sabe por quê?

Por que brilhou tão intensamente, que mesmo não estando mais lá, ainda brilha com a mesma intensidade, por tantos anos, que o tempo em vida de uma pessoa, não é suficiente para ver este brilho desaparecer...

ENQUANTO HOUVER

Muito bom, pra mi que estava tristinha hoje, mas eu vou ficar melhor... hoje vou no projeto social da igreja cujo sou voluntária e me recompensa muito....




ENQUANTO HOUVER

Enquanto houver uma razão

enquanto houver emoção

quero viver, quero sonhar

quero viver, quero amar

Enquanto houver um sorriso

enquanto houver esperança

quero crer no paraíso

e ter os sonhos de uma criança

Enquanto houver uma crença

enquanto houver uma prece

quero levar uma palavra

que ao coração aquece

Enquanto alguém pedir pela paz

enquanto houver flores no jardim

quero crer sou capaz

de não me deixar vencer antes do fim

Célia Jardim

Intensa Partilha

intenso o olhar
intenso o desejo
intenso o teu corpo
intenso o teu toque nos meus seios
intenso o teu afago de lábios nos meus mamilos
intensas línguas que se exploram
intensas mãos que arranham e se passeiam
intensos quadris que se possuem
intenso o ritmo
intenso o arrepio
intensa a entrega
intenso o grito, o gemido, o suspiro…
intenso o momento… num prazer em fogo lento

Desejo


.
as minhas mãos ocultam
.
(desbravando)
.
o desejo intenso
.
(domado)
.
de te ter em mim
.
(lentamente)

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Frase do dia

“Nada neste mundo é totalmente errado... até um relógio parado fica certo duas vezes ao dia."
Paulo Coelho

Dia

Li e resolvi postar, esse texto me revela muita coisa, pois eu sei o que é ser um NADA para alguém.


Meu Nada


Esqueci-me de teu sabor.
De seu perfume não me recordo.
Não mais o amo.
Nem tão pouco o odeio.
Simplesmente nem o sinto.
Raramente lembro de ti.
São lembranças rápidas
Que passam em fuga.
Não me importa saber onde está.
Prefiro nem saber com quem.
Mas quero que saiba que você passou.
Que não penso mais em você ao me deitar.
Que não sinto sua falta.
Ora, ora!
Quão pueril ainda posso ser?
Tão indiferente...
Que ainda perco meu tempo,
Jogo fora meu talento.
Dedico-te meus versos...
Justo pra você?
Que não é nada!
O nada que ainda me ocupa espaço...


Bárbara Romanelli

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

REVELAÇÃO

REVELAÇÃO

Sinto falta desses seus olhos
que desnudam meu corpo, sem tocar,
e que não escondem o brilho
do desejo ao me olhar.
Sinto falta dessa sua boca
que sabe se insinuar com malícia,
e despertar na minha todas primícias.
Sinto falta dessas suas mãos
que sabem como percorrer minha pele
e tocando esconderijos,
desvendam tudo aquilo que me impele.
Sinto falta dos seus abraços
que sabem me envolver e me puxar
pra bem junto de você
e me fazer, como louca, desejar.
Sinto falta do seu corpo,
que sabe despertar um sexto sentido,
neste meu corpo de fêmea,
que era, antes, adormecido.
Sinto falta do seu suor
em minha pele, exalando o odor
do seu ímpeto
pela consumação do nosso amor.
Sinto falta do seu sexo
que, maravilhosamente,
no meu se completa,
revelando ao mundo
minhas fantasias mais secretas.
Sinto falta do jeito que me seduz,
do modo como sabe dizer que me quer
porque é você e só você
quem me faz sentir...mulher.

Recordar é viver mesmo rsrsrsrsr

hoje organizei minhas fotos aaaaa, que lindo é a amizade, o respeito e o amor, amo muito tudo isso, obrigadaaaaaaaaaaaaa Pessoas hehehe

Me fez muito bem...

Mas o desejo do dia ainda está de Pé rsrsr

Ai vai:

DESEJO

O que é o desejo
senão na possibilidade do beijo
sentir o gosto da minha boca
através da tua.
Que é o desejo
senão descobrir-me através de ti
sentir em tuas mãos o contorno do meu corpo
coxas, ventre e seios
em carícias sem rodeios.
Que é o desejo
Senão querer ser querida
E como brasa numa grande fogueira
Deixar-me consumir
Deixar-me possuir
Alimentado o algoz
Queimando em fogo feroz
Até não mais existir
Que é o desejo
Senão uma grande ansiedade
Mola que impulsiona meu viver
Que me faz procurar-te por toda cidade
Que me deixa louca de saudade
Sempre querendo te ter?
Pois se te tenho
Encontro-me
Em ti me descubro
Teu prazer é o meu prazer
Meu viver só tem sentido
Por você
Somos duas metades que se procuram
Que se completam
Que se atraem
Que precisam estar unidas
Por toda a eternidade
Desejo e saciedade.

...

http://egasmoniz2.blogs.sapo.pt/arquivo/aprender%20a%20amar.jpg

A Amizade

Quando amanhece o dia, penso quanto é difícil ficar longe
de quem sempre me ouviu e sempre soube me apoiar
e até mesmo exortar quando preciso.

Amizade assim é tão difícil de se conquistar e hoje
preciso me acostumar com essa ausência.

Novos amigos poderão surgir, porém, como aquele velho ditado diz,
que os novos amigos são como a prata e os velhos como ouro,
não pretendo permitir que a distância venha diminuir
ou sequer abalar essa pedra preciosa
que é nossa amizade.

Sinto saudades de lhe ter por perto e poder
contar consigo em todos os momentos.

Mas, como tudo um dia passa, espero em breve estar
por perto novamente. Saiba que para mim
esta amizade não tem fim.

Sinto saudades.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Abraça-me

Abraça-me muito forte para meu corpo se colar ao teu,
E assim eu não te deixarei ir,
Fecha os olhos, e escuta as batidas do meu coração.
Esquece a distância que nos separa,
e sonha que estás perto de mim.
Abraça-me com toda a tua força.
Imagine que somos um só corpo,
E que à nossa volta só há o paraíso.
Escuta o vento a passar pelo nosso corpo,
Sente os raios do sol a aquecer a nossa pele
Olha para o alto e vê o céu azul,
Ouve as ondas que se quebram nas rochas.
Tudo é lindo, tudo é maravilhoso!
Bonito como este sentimento que nos une,
embora distantes…
Por isso,
Abraça-me,
Abraça-me sim.

Quero Mimo!!!

Eu quero um mimo...
um mimo diferente.
Eu quero um mino...
sem impedimentos.
Eu quero,
a segurança dos teus braços,
o brilho dos teus olhos,
o calor dos teus beijos.
Eu quero,
o teu travesseiro,
os teus lençóis,
a tua cama,
Para poder lá ficar…
e amanhecer…
abraçada a ti...
Eu quero,
um mimo consistente,
sem distúrbios,
sem convites...
Quero um beijo impertinente
Que agite a minha alma.
Quero que me mimes
De norte a sul…
Sem olhar para trás,
… e sem parar...

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Agora

Cobre-me de beijos lascivos

Lambe-me com ternura

Arrepia-me a espinha

Leva-me á loucura

Faz-me gemer

Da-me prazer!

...



domingo, 22 de fevereiro de 2009

Saudades...

Tenho saudades de estar com você

Simplesmente por estar...

Tenho saudades de sua amizade

De sua força

De sua confiança em mim

Em nós...

Prometi não falar mais em Saudades, mas hoje não me deu Saudade de desejo, de vontade, foi só Saudades da nossa amizade, ela era linda e importante, mas acabou. Eu tentei, mas quando não se tem RESPEITO nada se tem. beijos


É....


Essa sou eu, tá lindinha né, mas com a renite mega atacada!!! mas bem...

sábado, 21 de fevereiro de 2009

Delicia!

Vejo-te, desejo-te.

Sua cor, sua pele

Seu jeito me seduz

Seu cheiro

Seu sabor

Sua umidade

Enlouquece-me

De desejos

Quero despir-te

Quero-te nu

Morder-te suavemente

Um pedaço tirar,

Meu desejo saciar

Lamber-te, saborear-te

Chupar-te todo

Não apenas a casquinha

Por inteiro te quero

Sugar o néctar do teu ser

Sua entranha invadir

Sentir-te por fora e por dentro

Quero-te, até o último pedaço

Meu sonho de valsa.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

FAZ DO MEU CORPO O TEU INSTRUMENTO MUSICAL. TOCA-ME SINTA-ME BEIJA-ME E ME AME ATÉ CANSAR!!

Mais um desejo contido

Sinto-me a transbordar desejo,Ávida de prazer, Quero devorar-te num apaixonado beijo,Apetece-me consumir-te…não me quero conter! Rasga-me as vestes, arrancarei as tuas,Quero contorcer o meu corpo contra o teu,Corpos que se entregam…duas almas nuas! Que mutuamente se exploram, em busca do apogeu! Hum…sabe-me bem arranhar-te as costas, o peito, Mordiscar-te os lábios, o teu apetitoso pescoço,Hoje faremos da seca folhagem, nosso leito…Farei do teu corpo meu calabouço! Aperta-me amor, contrai-te em mim, extravasa paixão,Puxa meus cabelos, explora os meus seios, quero sentir-me devorada,Morde-me…arranha-me. Queimo por dentro, transpiro tesão.Quero-te amor, desejo-te de uma forma descontrolada. O sol brilha por entre a copa das arvores verdejantes,Seus ramos balançam ao sabor do vento,Tu e eu balançamos, um no outro, loucos amantes,E eu viro vulcão, que te quer sentir por inteiro dentro do ventre! Mas antes quero lambuzar-me do teu corpo,Percorre-lo lentamente com os lábios, com a ponta da língua,Quero sentir-te ofegante…louco,Sentir que desesperas, como esfomeado que desfalece á mingua.Sentes com os teus dedos a humidade que brota do mais intimo do meu ser, Enquanto me lambuzo no teu membro hirto,Contorço meu abdómen de deleito, de prazer,Quero-te dentro de mim, sente o meu corpo, escuta o seu grito! Agora sim penetras-me, sinto-me desfalecer pelo gozo, satisfação,Entranhados um no outro, num compasso quer lento, quer acelerado,Nada mais existe…apenas eu e tu, um só, em total entrega, paixão! Sou tua! És meu! Sente o quão por mim és desejado e amado! Entro em erupção, expludo…uma e outra vez…sem me conter,Aperto o teu peito contra o meu e continuo a beijar-te desvairadamente! Sei que agora é o teu, o nosso, momento, que vais rebentar, o auge do prazer! É bom demais ouvir o teu contido grito…hum…expludo novamente…Continuo entranhada em ti, balançando-me, até que acalme, em mim, a lava,Que fervilha cá dentro,sorriu…riu, e sussurro-te ao ouvido que te amo! Acordo de mais uma fantasia…venho a mim, reavivo a minha alma, Mas o meu corpo por ti grita,é por ti, que eu chamo, Continuo sem ti…por enquanto sou vulcão adormecido,E enquanto tu não chegas…este é apenas mais um desejo contido! Sei que vai chegar...


olha eu pedindo carinho!!!

to carente rsrsr!!!!Carente de amor...

Ontem tive uma aula maravilhosa sobre o sentido da vida e acordei carente.... acho que vou ver gente hoje hehehe...

To Carente!!!

Eu quero


Eu não sei se quero o certo ou o errado
Se eu quero o perfeito ou a imperfeição

Eu só quero o meu anjo
de pele branca, fala obscena
e olhos de escuridão

O que eu quero é
Amar e ser amada,
como musa delicada
Possuída e encarnada,
como fera indomada

Numa doce e louca paixão!!

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Eu dominada!!!

Vemm!!!

saudade...

fome...

te quero

fico molhada por ti...

me lambe

me chupa

inteira...

me deixa sem ar

me come

me explora

devora

invade sem pena...

rasga a roupa

arranca a calcinha

te quero com pressa

com sede

Vemmm!!!!

agora


nesse instante

me encosta

me aperta

me bate

me morde

sou tua

safada

vadia

me pega

me seduz

me escraviza

sufoca meus gemidos

engasga

me faz bandida

me faz amante

me faz tua mulher

pra sempre

e sem fim

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

" EU SOU ASSIM..."

Estou ciente da minha solidão

da mulher romântica que sou,

sou porque gosto de sonhar

que ainda é possível amar

talvez isso me mantenha viva

às vezes existem pessoas ao meu lado

e ainda assim me sinto só

observando as pessoas

seus gestos, suas palavras

como se iludem

a vida é uma ilusão

projeções da mente

na tela mental da vida

onde refletimos nossos corpos

imagens mortais de consciências

ambulantes e transitórias

que habitam ciclos de jornadas

comprarm tudo, não levam nada

acreditam facilmente nas coisas

iludindo-se com as informações

que recebem desde o seu nascimento

aprendi a questionar a mim mesma

a tentar entender todo o processo

pelos quais passei pela vida

tentando entender o que me foi dito

despindo-me do que não me pertence

e daquilo que não acredito mais

aprendi a dizer "Não" e ponto final

a partir daí muitas faces

desviaram-se de mim

e respeito a decisão de todos

porque desejo que respeitem a minha também

gosto de uma sofisticada simplicidade

de ler o que é bom pra mim

olhar nos olhos dele, olhando pra mim

de ouvir o que me dar prazer

ouvir os sussuros obscenos que me diz

de sentir o meu amor em mim

sua mão que gosto tanto passeando por mim

de absorver as fragrâncias do sexo dele

um perfume de jasmim, um incesno de sândalo

de beber um bom vinho, um licor

de degustar o que me apetece

enfim sou assim por mim

por vezes tímida, por vezes brincalhona

por vezes discreta, por vezes selvagem

intensa no amor, por ele, por nós

mas tudo o que eu faço

leva todo o meu sentimento sincero

de uma mulher inteira, dual

apaixonadamente apaixonada

pelo o que determino pra mim

para a minha vida, para o amor

o resto?

cada um faz sua escolha...

Vem???

Me coloque contra a parede
Me aperta gostoso...
Me encoxe...
Leia nos meus olhos
O que quero
Você é capaz
De saber
Meus pensamentos mais devassos
Minha risada
Mais safada
Minha boca é pra beijar
Lamber...
Morder...
E tudo que possa imaginar...
Meu corpo
Esse...
Você pode abusar
Vem...
Não demora
Porque to quente demais
E não quero perder
Um minuto sequer
Vem...

Meu corpo pede seu corpo!

E pede com tanta avidez
Que só de pensar-me em seus braços
Estremeço, vibro, enlouqueço de vez.
Meu corpo pede teu corpo!
E no simples toque de nossas mãos
Sinto arrepios, solto faíscas
Na exata medida da minha atração.
Meu corpo pede teu corpo!
Meus lábios se abrem para os seus beijos
São toques, mordidas, suaves, vorazes.
Teus lábios que sugam e devoram os meus.
Meu corpo pede teu corpo!
Me aninho por inteira no seu peito
Me enrosco, me encosto, me aperto, me achego
Te quero, te puxo, te sinto.
Meu corpo pede teu corpo!
São agora carícias atrevidas, sem pudor
São mãos que exploram ensandecidas
Nossos corpos que se entregam por amor.
Meu corpo pede teu corpo!
Olhos nos olhos, fixos, perplexos, comovidos
Reluzem, brilham, explodem, espelham
Expressam toda a fúria dos desejos reprimidos.
Meu corpo pede teu corpo!
E então estamos na mesma louca sintonia
Pulsando, vibrando, gritando de prazer
Em movimentos cósmicos, na mais completa alegria.
É tão grande, tão intenso nosso amor
Que o universo conspira silencioso ante nossos gritos.

Distância!

A distância nunca foi empecilho para que o amor se manifestasse. Quando duas pessoas se amam de verdade, não existe a necessidade do contato físico para que o amor se manifeste e permaneça, pois o verdadeiro amor é mais espiritual do que físico.
O amor é um sentimento etéreo, não podemos vê-lo, mas sim, senti-lo. Não se pode descrever como é o amor, mas podemos descrever toda a complexidade de sentimentos que ele desencadeia. As revoluções que ele provoca em nossos interior.
Aquele que inventou a distância não conhecia a dor da saudade.
A distância impede que eu te veja, mas não impede que eu te ame.
Um desses sentimentos provocados pela ausência da pessoa amada, se chama Saudade. E como essa tal de Saudade judia dos apaixonados distantes.
A saudade provocada pela distância, chega a ser um excelente teste, se não para cardíacos, mas para aferir a real força do amor existente.
Não há fator distância, nem fator tempo de ausência que poderá acabar com ele, ou fazer com que perca sua força, diminua de intensidade. Muito pelo contrário, quase sempre um afastamento dá mais força para esse amor, pois a dificuldade para o contato físico, fará com que a parte espiritual do amor se desenvolva mais e mais. E a força do amor está na alma. É ela que comanda os sentimentos. O cérebro comanda a razão, mas a alma comanda o coração.
Assim sendo, tem razão ao dizer que a "distância não impede que eu te ame...". Poderá, muito pelo contrário, fazer com que ame mais ainda.
Claro que o amor exige também o toque físico, o contato dos corpos e é isso que dá vida ao amor, que faz com que ele fique cada vez mais forte. A necessidade de ver e tocar na pessoa amada, faz com que a saudade doa ainda mais quando a distância é inevitável. Nesse caso, há que se ter uma força espiritual muito grande para que se possa sentir a presença do ausente.
Se duas pessoas se gostam de verdade, e por uma razão qualquer não podem estar juntas, não vai ser essa distância que determinará o fim desse amor, desde que se saiba administrar essa falta de contato físico, suprindo-o com a força do pensamento.
Tudo depende da força desse amor. A distância sempre será um teste para aferir-se até onde alguém ama alguém.

Recebi de um ser maravilhoso e resolvi postar!!!!
Eu sou um vulcão em erupção!!!!

Pronta pra transbordar!!!

Delicia!!!!!!!!!!!

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009


Se você fosse chuva
Eu me deixava molhar de prazer
Dançava na rua pra ter
Minha roupa bem molhada
Minha alma encharcada
Se chovesse você!!!

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Acaso

Sou a noite que o desejo consome
Rasga a pele, geme, procura

A boca que beija
Suga, morde, cala

O olho que chora
Desnuda, inebria, delira

Sou a mão que percorre teu corpo
Vasculha, busca, aperta

Sou o desejo do teu gosto
O cheiro da tua pele
A força do teu abraço
A vontade do teu colo

Sou o pulsar do teu corpo
Teu cabelo em desalinho
Tua barba por fazer
Teu sorriso sacana
Gostoso, sedutor

Sou o licor e a cereja
Que derramas em meu corpo
E vai sugando lentamente
Até a fruta prometida

Sou sentir teu gosto
Em minha boca
O duelar de nosso corpo
No momento da posse
O agitar violento
No gozo que se esvai

Gozo que embriaga
Sacia, escorre pelo lençol
Rompe as barreiras, deixando no ar
Os gemidos, o cheiro desse corpo
Que tanto te buscou!

humm

Muitas vezes tenho vontade...
De apertar-te contra o peito
Falando do meu desejo

De abraçar-te...
De amar-te...
De beijar-te...

Esse é meu jeito...
É isso que sempre desejei...
Que tivesse a mesma vontade...

De abraçar-me...
De amar-me...
De beijar-me...

Te desejo!!!

Quando imagino teu corpo
cobrindo o meu,
Não há frio;
Apesar do arrepio,
sinto um calor me consumir;
Não consigo dormir.

Penso em tuas mãos;
Explorando, tocando;
E tua língua atrevida,
Brincando, passeando,
Quente, macia e gostosa;

Posso ouvir tua voz rouca,
Sussurrando, gemendo,
Teu corpo inteiro,
Querendo pedindo.

E num êxtase incomum;
Sinto nossos corpos se encaixando,
Se transformando em apenas um!
AMOR

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Pronta!

Esperando...
Morta de desejos
Tua boca
Beijo!
Na pele
Desejo
Chega de tortura
Não vou esperar
Não dá
Quero você!
Num ato!
É fato!
Corre
Vem me ver!

Quero-te!

Quero tocar o teu corpo ansioso por mim,sentir-te a estremecer, assim enquanto o desejo cresce a fantasia não desvanece quero que me toques, que sintas o quanto te quero este clímax dos dias em que te espero faz o jogo ser difícil de suportar mas é assim que nos deixamos levar
Quero que nos amemos até sempre como não houvesse amanhã.
Quero-te!
Aqui nós, desconhecidos,deixamo-nos levaraté ao auge de uma loucura incessante.
Aproximas-te de mim...
os nossos lábios estão próximos...
ofegantes...
ficamos assim...
por alguns instantes...
deixamos a excitação do momento
atingir o seu limite, até que por fim o beijo
o colmatar de sentimentode desejo.
Perco-me pelo teu corpo,
quero conhecer
todas as tuas marcas e sinais
lembrares este encontro,
tal como eu não vou esquecer
os dois, livres, loucos, querendo sempre mais...
Vem matar-me o desejo e saudade,
de um corpo que desconheço,
a vontade de amar o corpo que não conheço,
em mim trago a vontade,
desta fantasia realizar.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

...

Eu e você frente a frente...
É o medo e o desejo;
É desconfiança e a esperança;
É o grito e o silencio;
É o gelo derretendo a mão no fogo...
Eu e você frente a frente
É ter sempre q me confrontar;
Encarar meus erros e as minhas razões...
As minhas verdades e as minhas ilusões;
Meu poder e a minha impotência;
A minha liberdade e os meus limites...
Quando eu to na sua frente,
Eu sinto toda a minha dor,
Mas só na sua frente eu posso sentir todo o meu amor!

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Fome de ti

Ah! Essa fome insaciável de ti,

Na qual me tira o sono,

Me viro na cama, lado a lado, sem poder dormir,

Me entrego aos meus lençóis e aos meus sonhos,

Sinto tua presença,

Ela me alimenta de desejos e anseios,

Mas quero me alimentar de teu corpo,

Sentir teu sabor ao degustar teus lindos lábios,

E que meus lábios deslizem por sobre toda sua pele,

Sei que teu cheiro aumenta mais a minha fome,

Ah! Que fome eu sinto agora,

Desejo incontrolável de te querer e ter,

Ela me leva ao delírio e ao fascíneo,

Basta me olhar, basta sorrir,

A fome que tenho agora, porem suprir,

Quando se faz amor, vem pra mim,

Quero entrar no mais íntimo da tua alma,

Quero me alimentar de sentimentos,

Vem, porque teu corpo é o que me falta,

Nessa fome insaciável de ti...

domingo, 8 de fevereiro de 2009

“INSANO DESEJO”

Ah! Você homem dos meus sonhos,
Tens um beijo gostoso, molhado
Um olhar sorrateiro, faceiro
Mãos teimosas, audaciosas.

Este teu jeito de falar inebriante,
Teu porte altivo, provocante
Você homem teimoso que me faz te desejar
Procurar, buscar, te chamar

Deixa acontecer, fazer, enlouquecer
E vem fazer amor comigo

Vem que quero viver essa loucura
Saciar todo esse meu desejo
Vem sentir o sabor do meu corpo
Meu cheiro adocicado
Se perder nos meus braços

Vem, deixa eu te provocar
Te mostrar onde me tocar
Vem beijar meus seios
Passar a língua, mordiscar
Descer lentamente pelos meios
E encontrar a flor da minha intimidade
Quente, úmida a te esperar

Vem saciar essa vontade que me incendeia
Vem fazer amor comigo
Deixar meu corpo exausto, saciado, adormecido
Para que eu sinta vontade de te chamar
Pra mais uma vez me amar.
Mais um desabafo, hoje estou me sentindo muito bem comigo mesma, meus objetivos estão sendo compridos e estou muito feliz, eu sei que ainda falta, mas estou na luta sempre!!!

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Pedaços de mim!

Esta vontade ensandecida de querer-te.
De buscar-te.
Queima meu corpo.
Assola meus sentidos.
Adormece meus gemidos.
Nossos corpos unidos.
Na busca da satisfação de nossos desejos.
Desejos incontidos.
Desenfreados.
Esfomeados.
Desejo um do outro.
Mãos roçando pele e pêlos.
Dedos tateando vales e relevos.
Boca sentindo o gosto de outra boca.
De corpo, de sulcos inimaginados.
Quero seu perfume na minha pele.
Sua boca desinibida rondando.
Pedaços impróprios do meu corpo.
Quero o seu eu.
Escondido em um pedaço de meu lençol.



Vêm te mostro mil madrugadas de amor.
À tarde de brincadeiras e surpresas doces.
O gosto espalhando por dentro da boca.
Como se fossemos alimento do outro.



Sinta o calor que meu corpo irradia.
Cheiros doce, acre.
De amor, de paixão.
De suor, de sal, de sol.
Já em êxtase eu te quero tanto.
Mais, muito mais, começo a te pedir.
E você me dando tanto e tanto.
Que não sei se é real ou apenas a magia do encanto.



Meu corpo congela.
Minha vontade adormece.
Não sou dona de mim.
A noite cobre meus medos.
Deixo que busque meus segredos.
Que se aninhe em meu corpo.
Que me segure dentro de você.




Desencadeia meus sentidos.
Retorce minha razão.
Sinta meu cheiro.
Meu corpo dentro do seu.
Na minha cama.
No tapete.
Rolando feito crianças pelo chão.



Explora meu corpo.
Domina-me completamente.
Sirva de meus prazeres.
Misture nosso suor.
Nossos desejos absurdos.
Essa paixão gostosa.
Que mais parece luxuria.
Loucura, obsessão.
Encanta-me.
Enfeitiça-me.
Domina-me e me tem.
Cega e descontrolada.
Submissa e autoritária.
Sua e de mais ninguém.


E ao deliciar-me com teus beijos.
Quero sentir teus lábios molhados.
O cheiro do teu corpo.
O toque de tuas mãos.
Quero provar-te sem medo.
Quero ser teu veneno.
Tua insanidade permanente.
O vinho que te embriaga.
A fonte que te dá prazer.


Deito-me.
Te agarro.
Nos mordemos.
Nos amamos.
Num impulso.
Me segura.
Me aperta.
Te enlouqueço.
E então nada nem ninguém pode prever.
O que vai acontecer.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Só você

Não vou falar-te de saudade
tão pouco de ausências e incertezas
não vou revelar-te
o que me deprime agora
tão pouco sobre as minhas tristezas
não vou cobrar-te a presença
tão pouco a falta de tempo
que te consome
não vou cercar-te de atenção
tão pouco te envolver
com a minha emoção
não vou exigir que me prendas
ao teu pensamento
tão pouco te embriagar
com meus sonhos
eu vou deixar apenas
que o tempo te convença
e te mostre o que ainda
não descobriste...

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

EU ADORO VOAR!


"Já escondi um amor com medo de perdê-lo, já perdi um amor por escondê-lo. Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos. Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso. Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos. Já acreditei em amores perfeitos, já descobri que eles não existem. Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram. Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem eu sou! Já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir... já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi. Já fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar quieta em meu canto. Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir... Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam. Já tive crises de riso quando não podia. Já quebrei pratos, copos e vasos, de raiva. Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse. Já gritei quando deveria calar, já calei quando deveria gritar. Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns, outras vezes falei o que não pensava para magoar outros. Já fingi ser o que não sou para agradar uns, já fingi ser o que não sou para desagradar outros. Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para ver um UM AMIGO FELIZ. Já inventei histórias com final feliz para dar esperança a quem precisava. Já sonhei demais, ao ponto de confundir com a realidade. Já tive medo do escuro. Já cai inúmeras vezes achando que não iria me reerguer, já me reergui inúmeras vezes achando que não cairia mais. Já liguei para quem não queria apenas para ligar para quem realmente queria. Já chamei pela mamãe no meio da noite fugindo de um pesadelo, mas ela não apareceu e foi um pesadelo maior ainda. Já chamei pessoas próximas de "AMIGO" e descobri que não eram. Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim. Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre... Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração! Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente! Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão. Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra SEMPRE! Você pode até me empurrar de um penhasco que eu vou dizer: - E daí? EU ADORO VOAR!"

(*Clarisse Lispector)

Podia esperar de qualquer um essa fuga, esse fechamento.

Mas não de você, se sempre foram de ternura nossos encontros

e mesmo nossos desencontros não pesavam, e se lúcidos nos

reconhecíamos precários, carentes, incompletos.

Meras tentativas, nós. Mas doces.

Por que então assim tão de repente e duro, por quê?
( Caio Fernando Abreu)
Reflexão para o período: o prazer faz parte da existência e eu mereço vivê-lo!

domingo, 1 de fevereiro de 2009

CHEIA DE AMOR






CHEIA DE AMOR


Cheia de Amor
Vou te esperar
Com todo ardor
Vou me entregar
A noite inteira
Eu vou te amar
Em tua beira
Vou me roçar
Em nossa cama
Vou saciar
Este desejo que clama
Dos nossos corpos a se juntar
Molhada de ti
Eu quero ficar
E vê-lo sorri
De o nosso gozo alcançar
E já bem descansados
A tua boca a minha buscar
E num delírio alucinado
Tudo de novo recomeçar.

Teu corpo!

Perdi-me no teu corpo suado,
como uma boa fêmea no cio,
de garras soltas na tua pele,
No meu corpo sentirás amado
E dancarei nos teus quadris,
como uma boa dancarina, nua
ao som dos teus sussuros,
e você me consumindo, tua
E nas tuas mãos me transformo,
ousada,na orgia da tua fantasia,
nos teus braços, gemendo de alegria
Amaremos até o último gole de nossa paixão !
E quando cansarmos de tanto amor, dormiremos,
Entrelaçados, nossos corpos, nus, na ecuridão! Delicia!!!

...




Ouvir o que o nosso corpo nos diz e conseguir abstrair me de tudo o resto.