segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

...

Sem recatos nem pudores
Corpo solto, displicente
Sou só desejo
Quero ser toda tua
Vou em busca de teus carinhos
Vem
Me pega
Me abraça
Me agarra
Me prende
Nessa madrugada de amor
Quero amar e ser amada
Te recebo e todo o meu ser ferve
Quero o doce dos teus lábios
Quero a carne da tua língua
Quero o calor do teu abraço
Quero sugar e ser sugada
Afasta minhas pernas
Invade minha gruta
Úmida
Ardente
Aconchego teu membro
Paixão elevada
Rasgada em ardor
Calor intenso
Pele a pele
Gritos
Gemidos
Sussurros
Voz rouca sumida
Nosso maior e melhor
G
O
Z
O

3 comentários:

MARQUINHOS POESIA disse...

NOSSA PAIXÃO, QUE LOUCURA, AMO ISSO POR DEMAIS, E VC ME DEIXA ENTESADO COM TUDO ISSO, ADOREI E VOU ESTAR SEMPRE AQUI, BJS AMOR

O Santo Diabinho disse...

Ser

Gostei de me perder neste pequeno canto. Transpiras emoções fortes e gosto dos seus devaneios.

Sigo-te de imediato e voltarei.
;)

Beijos Meus

Ser disse...

Voltem sempre!!
...amo muito tudo isso...